MENU

NEWS

PRIMEIRO SÁBADO

Terço no 1º sábado do mês

 

1.     Jesus é batizado no rio Jordão


"No dia seguinte, João viu Jesus que vinha ao seu encontro. E disse: "Eis o Cordeiro de Deus, eis aquele que tira o pecado do mundo!" (Jo 1,29).

João Batista apresenta Jesus aos seus discípulos como o Cordeiro de Deus, aquele que "toma sobre si" o pecado do mundo, oferecendo a sua própria vida por nós, pela nossa salvação. E Ele oferece-a porque nos ama, ama cada um de nós. E, por amor a nós, institui o grande Sacramento da Eucaristia, para nos dizer que está sempre connosco, que o Seu Amor é fiel e que está sempre à espera para nos perdoar, para nos dar graças, precisamente através deste Sacramento.

E o Anjo de Fátima, seguindo o exemplo de Jesus, pede aos três Pastorinhos que se ofereçam para reparar os muitos pecados que são cometidos pelos "homens ingratos", isto é, homens incapazes de compreender o grande Amor de Jesus ao oferecer a Sua vida por eles. E pede-o também a nós, ainda mais hoje. Pede-nos que o façamos precisamente apresentando a Deus Pai o Sacrifício com que Jesus se ofereceu a Si mesmo: "Santíssima Trindade... Ofereço-Vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, presente em todos os Sacrários da terra, em reparação dos ultranjes, sacrilégios e indiferenças com que Ele é ofendido. E pelos méritos infinitos do Seu Sacratíssimo Coração e do Imaculado Coração de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores".

Detenhamo-nos, no fim da Santa Missa, a agradecer a Jesus o Dom da Eucaristia, sejamos coração a coração com Ele, mesmo por aqueles que recusam ou espezinham este Dom.



2. O primeiro milagre de Jesus nas bodas de Caná


"Quando o vinho acabou, a Mãe de Jesus disse-Lhe: "Não têm mais vinho". Jesus respondeu: "Que tenho eu a ver com isso, ó mulher? Ainda não é chegada a minha hora". A Mãe disse aos serventes: 'Fazei tudo o que ele vos disser'" (Jo 2,1-5).

Também em Fátima, Nossa Senhora vem dizer aos três pastorinhos que as almas de hoje "não têm mais vinho". Não é o vinho material, mas a alegria de viver na graça de Deus. E diz-nos isto com um Coração de Mãe, preocupada com a nossa salvação eterna, seus filhos, porque sabe que só amando a Deus é que poderemos gozar da alegria eterna, que é a comunhão com Ele. E, para podermos ir para o Paraíso, ainda hoje Ela nos pede: "Fazei o que Ele vos disser". Ou seja, viver os Mandamentos.

Mas, muitos ainda não aceitam este convite de Maria Santíssima e correm o risco de se perderem para sempre. Aqui, então, ela pede-nos que nos ofereçamos, que "reparemos", vivendo bem o nosso ser cristãos, o nosso ser pais e mães de família, sacerdotes, religiosos, jovens, nos locais onde Jesus nos chama a viver, mesmo para aqueles que ainda não o podem fazer.

E podemos "reparar" com as nossas pequenas acções quotidianas, que não são necessariamente "grandes" aos olhos do mundo, mas que, unidas ao Sacrifício de Jesus na Cruz, ao Sangue que Ele derramou "pela salvação de muitos", se tornam verdadeiramente ocasião de salvação eterna para as almas.



3. Jesus anuncia o Reino de Deus e convida à conversão


"O Reino de Deus não vem de modo a chamar a atenção, e ninguém dirá: Aqui está ou ali está. Pois o Reino de Deus está no meio de vós!" (Lc 17,20-21).

Muitas vezes pensamos na graça tida pelos discípulos ao viverem ao lado de Jesus durante três anos da sua vida, de falar com Ele, de olhar para a Sua vida, para as Suas obras, de experimentar pessoalmente os Seus gestos concretos de ternura e de Amor. E dizemos a nós próprios que, para eles, foi fácil amá-Lo, acreditar nas suas palavras e segui-Lo, porque O viram, tocaram-No. E não nos damos conta de que temos a mesma graça que eles, se não mais: Jesus está presente vivo e verdadeiro, em Corpo, Alma, Sangue e Divindade, na Santíssima Eucaristia. Também nós podemos falar com Ele, escutá-Lo; aliás, podemos até alimentar-nos d'Ele. E Ele, entrando em nós, transforma-nos n'Ele, se nos "convertermos" a Ele, isto é, se "voltarmos" para Ele o nosso olhar e o nosso coração. Então, ainda hoje, o Reino de Deus está "no meio de nós", porque o Reino de Deus, o Paraíso, é a eterna comunhão de amor com Ele. Se nos alimentamos d'Ele já realizamos esta comunhão com Ele aqui e agora: o nosso Paraíso já está agora nesta terra. Por isso, participemos frequentemente na Santa Missa, recebamos Jesus no nosso coração, adoremo-lo presente no Santíssimo Sacramento.

Peçamos a Maria Santíssima - Aquela que O carregou no seu ventre durante nove meses - que nos ajude a amar cada vez mais Jesus, reparando-O e consolando-O, sobretudo por todos aqueles que Lhe são indiferentes, como fez o pequeno Francisco de Fátima.



4. Jesus transfigura-se no monte Tabor


"E transfigurou-se diante deles: o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz" (Mt 17,1-2).

Como deve ter sido poderosa a experiência da Transfiguração para Pedro, João e Tiago, ao verem Jesus na sua glória. Mas temos de nos lembrar constantemente que é a mesma experiência que temos quando adoramos Jesus presente na Santíssima Eucaristia. Ali está o mesmo Jesus transfigurado que os três apóstolos viram. E, tal como Jesus lhes mostrou a sua glória para que tivessem força para enfrentar a sua Paixão e Morte, assim também Jesus está presente na Eucaristia para que também nós possamos ir ter com Ele para buscar força para enfrentar as nossas pequenas e grandes cruzes quotidianas. "Estar" diante d'Ele permite-nos receber o Seu Amor, ouvir a Sua Voz que nos fala e nos encoraja, abrir-Lhe o nosso coração. "Estar" diante d'Ele significa também reconhecer que Ele é Deus, o Senhor das nossas vidas, e agradecer-Lhe porque, no Seu Amor infinito, Ele está ao nosso lado em cada momento.

Juntamente com Maria Santíssima, cantemos o nosso Magnificat, pelas "grandes coisas que Ele fez" por nós, dando voz também àqueles que ainda não O amam.



5. Jesus instituiu a Eucaristia na Última Ceia


"Jesus tomou o pão e, depois de ter pronunciado a bênção, partiu-o e deu-o aos discípulos, dizendo: "Tomai e comei, isto é o meu corpo. Depois tomou o cálice e, tendo dado graças, deu-lho, dizendo: "Bebei dele todos, pois isto é o meu sangue, o sangue da aliança, derramado por muitos para perdão dos pecados"" (Mt 26,26-28).

Na celebração eucarística, o sacrifício redentor de Cristo "torna-se de novo presente, sacramentalmente perpetuado, em cada comunidade que o oferece pelas mãos do ministro consagrado (...) o sacrifício de Cristo e o sacrifício da Eucaristia são um único sacrifício (...) o único e definitivo sacrifício redentor de Cristo torna-se sempre presente no tempo" (Ecclesia de Eucharistia, n. 12).

É, portanto, necessário receber a Eucaristia na graça de Deus: nela Jesus está verdadeiramente presente em Corpo, Sangue, Alma e Divindade. É o próprio Deus que recebemos no nosso coração. Por isso, em Fátima, o Anjo ao dar aos três Pastorinhos a Santíssima Eucaristia, diz-lhes: "Tomai e bebei o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, horrivelmente ultrajado pelos homens ingratos. Reparai os seus crimes e consolai o vosso Deus!". Queremos, pois, reparar as muitas comunhões feitas em pecado mortal, os muitos sacrilégios e profanações cometidos contra a Eucaristia, recebendo-a, antes de mais, na graça de Deus e com as devidas disposições, e repetindo muitas vezes ao longo do dia a oração que o Anjo ensinou aos três Pastorinhos: "Meu Deus, eu creio, adoro, espero, amo-vos...".


Em destaque

Missão FCIM Turquel 2024
Por meio do meu Coração Imaculado levai Cristo ao mundo

Solenidade do Sagrado Coração de Jesus
Dia de oração pelas santificação dos Sacerdotes

CALENDÁRIO EVENTOS

Próximos eventos

CAMPISMO RAPAZES (10-13 anos)
Campo de Férias ICMS

CAMPISMO RAPARIGAS ( 13-17 anos)
Campo de Férias ICMS

CAMPISMO MENINAS (7-12 anos)
Campo de Férias ICMS

FAÇA SUA DOAÇÃO AGORA

Com uma pequena doação poderá ajudar-nos a construir a nova Igreja da FCIM dedicada a Nossa Senhora e a São José em Fátima

Dona alla fondazione

A revista “Maria di Fatima”
A revista oficial da Família do Coração Imaculado de Maria

JÁ SUA ASSINATURA |

NEWSLETTER

A newsletter é um instrumento para permanecer sempre em contato conosco e para ficar sempre atualizados sobre as principais atividades da Família do Coração Imaculado de Maria. Fazendo sua inscrição você receberá gratuitamente notícias, links e artigos.

5x1000 Fondazione Antognozzi
LA FONDAZIONE ANTOGNOZZI
sostiene il progetto della nuova
Opera FCIM a Fatima
Costruiamola insieme!!!
www.fondazioneantognozzi.it
Grazie!
Nuova Opera FCIM a Fatima

DOSES DE ESPIRITUALIDADE

Il tuo lavoro dev'essere orazione personale, deve trasformarsi in una splendida conversazione con il nostro Padre celeste. (San Josemaría Escrivà)